Consciência do Cerrado

A iniciativa Consciência do Cerrado foi proposta em 2008 pelo Instituto EcoVIDA São Miguel. Consiste na valorização do bioma e da cultura local por meio da criação de um trabalho artesanal de processamento das plantas medicinais utilizadas na região, valorizando a cultura raizeira local e produzindo remédios caseiros de qualidade, baseados em pesquisas bibliográficas, estudos de campo e nos saberes populares.

Clique aqui e conheça nossos produtos!


Desde os tempos mais remotos os homens fazem uso das plantas para a melhoria de sua condição de vida e sustentabilidade. As plantas servem ao homem nas mais diversas e incontáveis finalidades, tais como alimentação, construção, vestuário, recuperação da saúde, como formas de energia e até mesmo na espiritualidade. Assim, ao longo da existência humana, a relação do homem com a natureza e com o planeta se faz principalmente por meio e intermédio das plantas.

No Brasil, a diversidade de biomas faz do nosso país um berçário das mais importantes espécies do planeta, principalmente no que tange ao potencial de cura das plantas medicinais. Dentre os biomas brasileiros, um dos mais vastos e importantes é o Cerrado. Enquanto grande parte das pessoas se voltam para as riquezas botânicas da Amazônia, poucos percebem a importância das espécies do Cerrado, que por muitos anos foi considerado um bioma de terra pobre, de plantas grosseiras e de difícil plantio. O Cerrado é uma farmácia viva e possui espécies de valor medicinal muitas vezes desconhecidos. Além disso, as riquezas e belezas do Cerrado têm sustentado inúmeras famílias ao longo dos tempos, provando que o extrativismo sustentável é viável econômica e socialmente.

Acontece que nas últimas décadas, o avanço tecnológico agronômico tem feito deste bioma o novo celeiro do país. A vegetação nativa tem dado lugar a grandes lavouras e pastagens. Este processo tem acontecido de forma acelerada e impensada, pondo em risco o Cerrado com todas as suas espécies de flora e fauna, muitas delas ainda não pesquisadas.

O CERRADO É UMA FAMÁCIA VIVA! PRESERVE-O!